Os melhores de 2009 (parte I)

Janeiro 12, 2010 at 6:15 pm (Uncategorized)

O Dinosaur lançou o melhor disco de 2009.2009 foi um ano supimpa. Muitos lançamentos e coisas legais rolando. Neste calendário também rolaram surpresas, afinal, sinceramente não imaginava que o Polvo voltasse à ativa depois de uma década com um disco tão bom como “In Prim”, assim como o The Life and Times lançasse um segundo full lenght tão interessante quanto é esse “Tragic Boogie”. 

Os escoceses do Idlewild puseram na praça o seu 6º disco, o maravilhoso “Post-Eletric Blues”. O Sonic Youth acertou a mão e gravou um dos discos mais memoráveis e “pegáveis” desde “Goo” (90) e “Dirty” (92). Lindo. E não foi diferente com o quinto (e melhor) disco solo de Jeremy Egnik (do “cult” Sunny Day Real Estate). Na minha lista deste ano também entrou gente que não tinha entrado até então, como o hypado (ainda é?) Artic Monkeys que fez bonito no maduro e soturno “Humbug”.

Mas, vejam como são as coisas, nem só de surpresas boas o ano passado marcou. Confesso que esperava que o Them Crooked Vultures seria o disco do ano. É claro que a estréia dos caras não é ruim (eles até conquistaram a segunda metade do meu Top 20 internacional), mas está longe de ser o “super disco” que a “super banda” parecia ofertar ao público. Bem, talvez a culpa seja toda minha, afinal, quando se junta caras que tocaram nas minhas favoritas, é difícil afastar a expectativa.

O Soulsavers do mesmo Mark Lanegan que já dividiu o palco com Josh Homme (do QOTSA e agora do Them Crooked) fez bonito e ficou entre os Top 10. No mais, Slayer voltou com tudo neste “World Painted Blood”. Porra, os caras já são vovôs e ainda não perderam a (pesada) mão. Brutalidade total o troço.

Mas quem mereceu o primeiro lugar foram os também vovós “indie” do Dinosaur Jr. Seu 9º disco “Farm” é uma coleção de maravilhosas canções no estilo que a banda ajudou a inventar (e tornou a banda um fenômeno “cult”). A formação clássica com Murph, Barlow e Mascis está em sua melhor forma (que lançou em 2007 o igualmente excelente “Beyond”) e disparou gemas pop com os característicos vocais anasalados, solos de arena e aquela “alma” garageira que é a massa sonora da banda. Contrariando todas as previsões, estes dinosauros parecem estar longe de serem extintos.

 No próximo post eu divulgo a minha lista nacional dos melhores de 2009.

Se cuidem e até!

 Z

 –          01 – Dinosaur Jr. – “Farm”

 –          02 – Polvo – “In Prism”

 –          03 – The Life And Times – “Tragic Boogie”

 –          04 – Idlewild – “Post Eletric Blues”

 –          05 – Sonic Youth – “The Eternal”

 –          06 – Jeremy Egnik – “Ok Bear”

 –          07 – Artic Monkeys – “Humbug”

 –          08 – The Decemberists – “Hazards of Love”

 –          09 – Soulsavers – “Broken”

 –          10 – Mastodon – “Crack the Skye”

 –          11 – Dirty Projectors – “Bitte Orca”

 –          12 – Wilco – “Wilco (The Album)”

 –          13 – Slayer – “World Painted Blood”

 –          14 – Them Crooked Vultures – “Them Crooked Vultures”

 –          15 – Flaming Lips – “Embryonic”

 –          16 – Conor Oberst  and the Mystic Valley Band – “Outer South”

 –          17 – Built To Spill – “There is no enemy”

 –          18 – Japandroids – “Post-Nothing” 

 –          19 – Dead Weather – “Horebound”

 –          20 – Jim O´Rorke – “The Visitor”

TOP FIVE DA SEMANA

– Férias;

– Os planos, idéias e projetos para 2010;

– A volta do Soundgarden;

– O clipe e a música de “Cousins” do Vampire Weekend;

– A expecativa para o show do Metallica;

Anúncios

Permalink 4 comentários